Posts Tagged "TI"

Processador molecular imita o cérebro humano

Agradecimento ao Aluno Carlos Roberto.

Fonte: Redação do Site Inovação Tecnológica – 26/04/2010

Uma equipe de pesquisadores do Japão e dos Estados Unidos anunciou a criação de um circuito capaz de evoluir e resolver problemas extremamente complexos de forma naturalmente paralela, de forma semelhante ao que acontece no cérebro humano.

Inserido nas pesquisas da chamada computação molecular, o feito inédito representa uma mudança de paradigma em relação à atual computação digital, baseada na solução sequencial de problemas.

Segundo os cientistas, o circuito molecular orgânico é a primeira demonstração prática já feita de um “circuito capaz de evoluir”, inspirado no mesmo processo usado pelo cérebro humano.

Processamento neural

Os circuitos de processamento de dados dos computadores digitais são estáticos – uma vez construídos, eles serão capazes de fazer sempre as mesmas operações.

Nos nossos cérebros, ao contrário, os circuitos de processamento de informações – os neurônios e suas redes – evoluem continuamente para resolver problemas novos e mais complexos.

“Os computadores modernos são muito rápidos, capazes de executar trilhões de operações por segundo. Nossos neurônios, por outro lado, somente disparam cerca de mil vezes por segundo. Mas isso me permite ver você, reconhecê-lo, falar com você e ouvir alguém andando no corredor, tudo simultaneamente. Isso é uma tarefa impraticável mesmo para o mais rápido supercomputador,” disse Ranjit Pati, um dos autores do trabalho.

Pati afirma que o computador molecular foi ideia do seu colega Anirban Bandyopadhyay, ambos atualmente pesquisadores da Universidade Tecnológica de Michigan. Seus colaboradores japoneses trabalham no Instituto Nacional de Ciências dos Materiais e no Instituto de Tecnologia da Informação do Japão.

Processamento paralelo

Criado processador molecular que imita cérebro humano

As moléculas do processador orgânico podem chavear entre quatro estados condutores – 0, 1, 2 e 3 – ao contrário dos sistemas binários dos computadores digitais, que estão limitados a 0s e 1s. [Imagem: Bandyopadhyay et al./Nature Physics]

Apesar da aparente lentidão do cérebro humano em relação aos computadores – comparando a velocidade de chaveamento dos transístores (1013) e a velocidade de disparo dos neurônios (103) – os computadores atuais somente operam seqüencialmente. Uma vez estabelecida uma rota ao longo do seu circuito, isto nunca irá mudar.

No nosso cérebro, ao contrário, os impulsos elétricos formam vastas redes dinâmicas, que evoluem constantemente, e que operam coletivamente. É por isto que é tão difícil transportar a forma de resolver problemas do cérebro humano para os computadores.

Da mesma forma, o “circuito evolutivo” deste novo processador molecular é massivamente paralelo, permitindo interconexões simultâneas de até 300 bits.

Processador molecular evolutivo

Para construir o seu processador orgânico evolucionário, os cientistas usaram a DDQ, uma molécula hexagonal feita de nitrogênio, oxigênio, cloro e carbono. As moléculas DDQ se estabeleceram por conta própria, em um processo chamado automontagem, formando duas camadas sobre um substrato de ouro.

As moléculas DDQ podem chavear entre quatro estados condutores – 0, 1, 2 e 3 – ao contrário dos sistemas binários dos computadores digitais, que estão limitados a 0s e 1s.

“A melhor parte é que aproximadamente 300 moléculas ‘falam’ umas com as outras de uma vez só durante o processamento das informações,” explica Pati. “Nós realmente imitamos como os neurônios se comportam no cérebro.”

Solução de problemas intratáveis

As cadeias de chaves moleculares, capazes de interagirem simultaneamente, poderão permitir a solução de problemas hoje intratáveis e para os quais não existem nem mesmo algoritmos que possam ser codificados para rodarem nos computadores atuais.

Criado processador molecular que imita cérebro humano

As cadeias de chaves moleculares, capazes de interagirem simultaneamente, poderão permitir a solução de problemas hoje intratáveis e para os quais não existem nem mesmo algoritmos que possam ser codificados para rodarem nos computadores atuais. [Imagem: Bandyopadhyay et al./Nature Physics]

Isto está levando os cientistas a considerarem que essa nova arquitetura, se tornada prática, será capaz de produzir soluções para problemas como a previsão de calamidades naturais ou o surgimento de epidemias – exemplos de situações complexas demais para os computadores atuais.

Para demonstrar essa capacidade, os cientistas simularam dois fenômenos naturais utilizando apenas seu processador molecular: a difusão de calor e a evolução de células cancerosas. Eles também resolveram problemas de lógica clássica, incluindo os complicados diagramas de Voronoi.

Arquitetura paralela

Como é baseado em uma camada molecular orgânica, o novo processador biologicamente inspirado ainda é capaz de se autoconsertar se surgir algum defeito – da mesma forma que, quando um neurônio morre, outro neurônio assume sua função.

“Além de representar uma mudança conceitual do processamento serial com arquiteturas estáticas, nossa abordagem paralela e dinamicamente reconfigurável poderá fornecer meios de resolver problemas computacionais intratáveis por qualquer outro meio,” dizem os pesquisadores em seu artigo.

Bibliografia:

Massively parallel computing on an organic molecular layer
Anirban Bandyopadhyay, Ranjit Pati, Satyajit Sahu, Ferdinand Peper, Daisuke Fujita
Nature Physics
25 April 2010
Vol.: Published online before print
DOI: 10.1038/nphys1636

Ubuntu 10.04 is here! (ou lá, pois o servidor ainda usa o 9.10!)

O Ubuntu 10.04 foi lançado oficialmente hoje (29/04/2010).

Mais informações em: http://www.ubuntu.com/

Algumas observações:

1ª) Gnome versão 2.30. Porém algumas das implementações, como botões de controle (minimizar, maximizar e fechar) estão do lado esquerdo devem confundir os usuários mais arcaicos. Eu particularmente gostei, mas quem não quer usar os botões do lado esquerdo digitem esses comandos abaixo para voltar a “winnormalidade”:

gconftool-2 --type string --set "/apps/metacity/general/button_layout" "menu:minimize,maximize,close"

Esse novo tema Radiance que é o oficial achei bem melhor que o laranjão antigo, porém ainda prefiro usar o bom e velho clearlooks

2ª) Linux Kernel versão 2.6.32-21.32, que na verdade é o kernel 2.6.32.11 oficial. Ainda estou sentindo falta do suporte ao sistema FUSE nativo.

3ª) Remoção do HAL (Hardware Abstraction Layer) do processo de boot e inclusão das funcionalidades para o udev. Muita gente está confundindo dizendo que o HAL foi removido do Linux, porém manda procurar o pacote do HAL… (pois é…. ele ainda continua lá!)

4ª) Suporte a dispositivos gráficos proprietários na nVidia: nvidia-current (190.53), nvidia-173 e nvidia-96. Na opção Hardware Drivers, não irá mais aparecer a opção do usuário instalar os dispositivos da nVidia, já que agora são instalados no processo de instalação do SO.

No mais é só utilizar, e esperar 28 de outubro de 2010, pelo Maverik Meerkat – quer ver como está o processo de desenvolvimento? Clica aqui.

Nada na computação é o que dizem…

Quem é mais antigo um pouquinho na computação devem se lembrar dos antigos aceleradores de downloads que segundo os desenvolvedores deixavam a conexão até 10x mais rápidas, quando estavam baixando algo. Uma verdadeira revolução para as antigas conexões discadas no V.92. Porém um estudo da Universidade Carnegie Mellon em Pittsburgh, Pensilvânia, mostrar que as barras de progresso animadas que surgem em janelas pop-up de downloads e que usam truques de ótica fazem o processo parecer cerca de 10% mas rápido do que ele realmente é.
Só em programar o sistema para para que durante um download mude as barras de progresso: a frequência progressiva da pulsação da barra, e as suas ondulações indo em direção à esquerda, fazem os procedimentos parecer até 10% mais rápidos.
Se quiserem ver o vídeo pode clicar aqui.

Livros de Programação Gratuitos

Pessoal,

O site Free Programming Books disponibiliza gratuitamente livros de linguagens de programação. Vale a pela dar uma olhada nos links que tem lá e no TOP 20. Os livros estão catalogados por categorias específicas.

Até

Como tornar o Firefox um tradutor de textos

Fonte: Igor Cavalcanti – SERPRO

Quer ler sites internacionais mas não sabe nada de inglês? O Google Translate é a
melhor ferramenta de tradução, mas para evitar a chateação de ter de copiar a URL ou o texto para acessar o serviço, você pode usar a extensão GTranslate. Basta selecionar o texto desejado e clicar com o botão direito do mouse nele, acessando Translate. Depois de instalar o add-on, acesse Ferramentas > Complementos e pressione Preferências. Troque, então, a língua de tradução para o português.

O cristal de quartzo

O problema não era escolher o elemento de marcação do tempo. Possivelmente, o cristal de quartzo seja mil vezes melhor do que o diapasão e já estava no mercado há muitos anos. A questão era escolher o tipo de cristal e a sua freqüência. A dificuldade estava em selecionar a tecnologia de circuito integrado que funcionaria a uma potência baixa.

Os cristais de quartzo vêm sendo usados há muito anos para proporcionar a freqüência exata para todos os transmissores e receptores de rádio e computadores. A precisão dos cristais deve-se a uma série de coincidências formidáveis: o quartzo, que é um dióxido de silício como quase todas as areias, não é afetado pela maioria dos solventes e permanece no estado cristalino, mesmo quando submetido a temperaturas elevadíssimas. A propriedade que viabiliza isso é o fato de que, quando o quartzo é comprimido ou torcido, ele gera uma tensão ou voltagem na superfície. Esse fenômeno bastante comum é chamado de efeito piezoelétrico. Da mesma forma, se uma voltagem é aplicada sobre o quartzo, ele se deforma ligeiramente.

Se um sino fosse feito a partir de um único cristal de quartzo, quando alguém o batesse, ele continuaria tocando por alguns minutos. O material praticamente não perde energia. Um sino de quartzo, se feito na direção certa do eixo cristalográfico, possui uma voltagem na superfície e a freqüência com que ocorre a vibração não é afetada pela temperatura. Se a voltagem da superfície do cristal é disparada por eletrodos de metal e amplificada por um transistor ou um circuito integrado, ela pode ser reaplicada ao sino para que este continue tocando.

Um sino de quartzo até poderia ser criado, mas a sua forma não seria a mais adequada já que muita energia fica concentrada no ar. As melhores formas são: uma barra reta ou um disco. A barra possui a vantagem de manter a mesma freqüência fornecida, desde que a razão entre o comprimento e a largura permaneça a mesma. Uma barra de quartzo pode ser pequena e vibrar a uma freqüência relativamente baixa. A freqüência de 32 kilohertz (KHz) é normalmente escolhida para os relógios, não só devido ao seu tamanho, mas também porque os circuitos, que dividem a freqüência do cristal em pulsações por segundo, demandam mais energia para freqüências maiores.

A questão da energia representava um grande problema para os relógios mais antigos. Os suíços gastaram milhões tentando introduzir a tecnologia dos circuitos integrados para dividir a freqüência de 1 MHz a 2 MHz e encontrar o disco mais estável produzido pelos cristais.

Hoje, os relógios de quartzo modernos utilizam uma barra de baixa freqüência ou um cristal na forma de diapasão. Muitas vezes os cristais são feitos de folhas finas de quartzo metálico, assim como um circuito integrado, e talhados na forma desejada através de procedimentos químicos. A principal diferença, entre uma boa marcação e outra inferior, é a exatidão da freqüência inicial e a precisão com que foi feito o corte do ângulo na folha de quartzo em relação ao eixo cristalográfico. A quantidade de contaminação, que pode atravessar a cápsula e chegar à superfície do cristal dentro do relógio, interfere na precisão.

Os aparatos eletrônicos do relógio amplificam o barulho da freqüência do cristal. Isso provoca uma oscilação, o que faz com que o cristal vibre. A emissão dos osciladores a cristal do relógio é convertida em pulsos ideais para circuitos digitais.

Google ajuda a economizar energia

Escrito em 27 Março de 2009

google-ajudara-no-controle-de-energia-eletrica

Por Daniel Serrano

http://planetech.uol.com.br/?p=4605

O Google deverá divulgar em breve um software gratuito que permitirá aos usuários monitorar o consumo de energia elétrica em suas residências. Segundo a empresa é a sua colaboração para evitar o aquecimento global. Segundo Dan Richer, Diretor de “iniciativas para energia e mudanças climáticas” da empresa (sim, o Google tem uma área com esse nome) o software estará disponível em breve para usuários dos Estados Unidos, Europa e Ásia.

O programa permitirá que as pessoas controlem o consumo dos equipamentos ligados às tomadas da residência e poderão acompanhar as estatísticas através de um celular ou um PC. O Software se encarregará de avisar às pessoas quais equipamentos estão consumindo quanto. O aplicativo não poderá simplesmente ser utilizado em qualquer lugar. Haverá a necessidade de acordos do Google com os provedores de energia elétrica. O Brasil, para variar, não está nos planos da empresa. Pelo menos por enquanto. Veja um vídeo do medidor em funcionamento, nesta página.

Bloqueio da porta 25 mobiliza associações de provedores

Redação do IDG Now
25-02-2010

Nove entidades do setor anunciaram nesta quinta-feira (25/2) o início de uma campanha lidar contra o envio de spam.

Diversas associações que representam os provedores de internet escolheram justamente o dia 25 para dar início a uma campanha que enfatiza a necessidade do bloqueio da porta 25, explorada por cibercriminosos para envio de mensagens de e-mail não solicitadas (spam).

Em comunicado divulgado nesta quinta-feira (25/2), as entidades Abramulti, Abranet, Abrappit, Abrint, Aprova-PE, Aprova-PB, InternetSul, Rede Global Info e Rede TeleSul disseram ter dado início a uma campanha nacional para a adoção do bloqueio.

A medida foi recomendada oficialmente pelo Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br) em 24/4/2009, porém a adesão não foi imediata. Um dos primeiros provedores a seguir a recomendação foi o UOL, que bloqueia a porta 25 desde 5/1. À época, o IDG Now! esclareceu as principais implicações da medida, que afeta quem mantém um servidor próprio para envio de e-mails.

Mas o excesso de PCs mal configurados ou infectados com programas maliciosos tem feito com que a porta 25 seja explorada por spammers de todo o mundo, o que coloca o Brasil entre os líderes no envio desse tipo de mensagem.

O Conselho Nacional dos Provedores de Serviço de Internet (Conapsi), que coordena a campanha, afirma que as associações não deram um prazo para a aplicação da medida, mas espera que a maioria dos usuários já tenham a porta 25 bloqueada até o fim de março de 2010.

Início do período 2010-1

Feliz Ano Novo pessoal!

Esse período as turmas Y6-RC.2V (Arquitetura de Computadores) e Y6-RC.4V (Sistemas Operacionais II) terão aulas conforme o horário abaixo:

Segunda

16:10 – 16:55 : Y6-RC.4V
16:55 – 17:40 : Y6-RC.4V

Terça

12:50 – 13:35 : Y6-RC.4V
13:35 – 14:20 : Y6-RC.4V
14:20 – 15:05 : Y6-RC.2V
15:25 – 16:10 : Y6-RC.2V

Quinta

16:10 – 16:55 : Y6-RC.2V
16:55 – 17:40 : Y6-RC.2V

Bom retorno pessoal!