Posts Tagged "firefox"

Firefox + Vostro 3450 + Windows 8.1 = Crash

Recentemente notei que após a atualização do meu notebook Vostro modelo 3450 para o Windows 8.1, o firefox parou de funcionar. Toda vez que inicializava a mensagem de erro aparecia. O motivo é que a Dell ao lançar este notebook, o modelo inicial da placa de vídeo era a AMD Radeon 6600, e não sei qual o motivo ela atualizou o mesmo com os drives da placa AMD Radeon 7650. Desta forma como o Firefox utiliza aceleração de vídeo via hardware, o mesmo não funciona com os drives assinalados inicialmente para a placa 7650. Para resolver:

  • Instale o Firefox normalmente (http://www.firefox.com);
  • Abra um comando de execução (<Tecla Windows> + <R>);
  • Digite: firefox -safe-mode
  • Depois abra o menu Option, vá na aba Advanced e desmarque a opção Use hardware acceleration when available
  • Feche e firefox e abra novamente pelo ícone, normalmente.

Desta forma ele volta a funcionar no notebook. Até agora não vi diferença alguma em usar a opção e não. Uma outra solução na qual estou utilizando é baixar o Waterfox (http://www.waterfoxproject.org), na qual utiliza um fork do projeto mozilla porém com o aplicativo pronto para 64 bits. Está funcionando uma beleza sem precisar de gambiarras.

Firefox 4 is on! My add-ons off… e agora?

Firefox 4 saiu ontem (22 de março de 2011) com transmissão ao vivo pelo mozilla air. Como toda novidade sempre algumas incompatibilidades aparecem entre alguns complementos anteriores e versões mais atuais. Cito aqui algumas características de como migrar seus add-ons para o firefox 4 e de quebra algumas observações. Os testes foram feitos no Windows. Lembrando que nem todos os add-ons irão funcionar com essas dicas mas grande parte sim. Uma maneira simples de colocar os plug-ins atualizáveis é fazer o download de versões betas dos desenvolvedores e verificar se há atualizações regularmente. Novas versões estão sendo liberados normalmente todas as semanas. Você também pode visitar a página de lançamentos do Firefox.

Firefox 4 é o maior lançamento até agora em termos de código e mudanças na API, então há, provavelmente, algo na lista de novidades que afeta os add-ons. O meu objetivo é torná-lo o mais fácil possível para você atualizar o add-on para que vocês não tenham dificuldade em decidir se devem atualizar o Firefox ou não. De novidade o navegador agora conta com a maioria dos arquivos de código acondicionada em um único arquivo JAR, também conhecido como Omnijar. Leitura de arquivos de um pacote é geralmente muito mais eficiente do que lê-los de forma independente do sistema de arquivos, mantendo assim juntos tem um ganho de desempenho, especialmente em plataformas móveis. A mesma idéia é agora aplicadas aos add-ons, e por padrão, eles serão instalados na pasta de perfil sem desempacotá-los. Há algumas consequências disso como alguns add-ons não funcionam sem desempacotar, já que os add-ons são componentes binários ou outras bibliotecas. Isso também afeta a dicionários e add-ons que incluem plugins de pesquisa ou ícones de janela. Os add-ons que precisam ser descompactados devem adicionar um sinalizador para descompactar no arquivo install.rdf.

Esse arquivo no geral se encontra na pasta:

C:\Users\%usuario%\AppData\Roaming\Mozilla\Firefox\Profiles\%profile%.default\extensions

Um exemplo. O plug-in do encurtador de endereços va.mu não funciona no Firefox 4, você pode verificar isso indo na aba de add-ons. Mas fazendo modificações no install.rdf dele irá funcionar. Aqui está o que você deve fazer para começar a ter compatibilidade:

  • Feche todas as janelas do Firefox;
  • Abra o install.rdf, que está localizado em alguma das pastas codificadas no endereço acima, com algum editor de texto compatível com Unicode – nesse caso uso o Context, mas o write do Windows funciona bem também;
  • Caso não encontre o arquivo de primeira, abra cada um dos arquivos install.rdf até encontrar algum que tenha a ID va.mu;
  • Altere <em:maxVersion> 3.6.* </ em: maxVersion> para <em:maxVersion> 4.0.* </ em: maxVersion>;
  • Anote o valor <em:id> – no caso do plug-in citado é {ec8030f7-C20A-464f-9b0e-13a3a9e97384} no meu computador;
  • Salve e saia do editor;
  • Acesse a pasta C:\Users\%usuario%\AppData\Roaming\Mozilla\Firefox\Profiles\%profile%.default e localize o arquivo chamado extensions.rdf;
  • Localize no arquivo com o find, a string da extensão, no caso citado mando procurar no arquivo a string va.mu;
  • Quatro linhas abaixo, você deve encontrar algo parecido com isto RDF:resource=”rdf:#$GyBtJ”/> <NS1:targetApplication. Observe o valor  do RDF​​, que nesse caso é $GyBtJ;
  • Faça uma nova pesquisa e procure por $GyBtJ (ou seja, o valor do RDF​ que você anotou na etapa anterior);
  • Certifique-se que o NS1: id na linha seguinte aos <em:id> seja a mesma do install.rdf acima;
  • Altere NS1: maxVersion = “3.6.*” para NS1: maxVersion = “4.0.*”;
  • Salve e sai do editor.

Ao reiniciar o navegador e ir na aba de add-ons note que o plug-in passa a ser compatível. Porém algumas observações devem ser feitas. Note que a tela do navegador não existe mais a barra de status, essa se foi e agora caso tenha algum plug-in que necessite dela, deve utilizar a barra de add-on (Add-on Bar). Para visualizá-la, clique com o direito na barra de tabs e marque a visualização da mesma.

Outras informações interessantes sobre o uso desse recurso centralizado do Firefox é se você ler todos os arquivos que estão contidos no seu XPI a partir do diretório do perfil, isto não vai funcionar mais. O gerenciador de extensão irá verificar se há ou não o pacote XPI ou o diretório descompactado, e mudar o que for necessário.

Também é recomendável que você se afasta da prática de empacotar todos os arquivos em um único JAR, como é o caso do plug-in do Banco do Brasil, que mesmo fazendo as alterações citadas anteriormente não irá funcionar. Desde que o XPI não é descompactado mais, tendo o JAR (um pacote dentro de um pacote) só adiciona uma sobrecarga ao navegador, deixando-o mais lento.

Você pode usar essa dica com a maioria dos plug-ins, porém outros não vão ter mais atualizações como é o caso do DigitalPersona 4, que foi descontinuado e mesmo com essas dicas ele não funciona. Mas estou vendo como colocar o mesmo em funcionamento e devo disponibilizar o .xpi aqui na página. Como diz o bom senso, ao invés de ficar cutucando o seu computador tentando alterar pessoalmente suas configurações, espere para lançamentos de versões mais atuais, o que garante mais confiabilidade ao seu navegador.

Usabilidade da Mozilla (Será???)

O firefox instalado em meu PC foi atualizado e solicitou reinicio. Me assustei com a tela. Me lembrou as mensagens de erro do Windows 98. Causavam medo até de ver. Meus alunos, quando fizerem alguma tela que exija uma menção de atenção por parte do usuário, não façam como a Mozilla, usem o bom senso.

E Mozilla, vai assustar a mãe!

Add-ons for Firefox

Será que realmente as pessoas utilizam todos os add-ons instalados no Firefox? Resolvi dar essa dica pra vocês de todos os add-ons que utilizo no meu navegador:

Delicious Bookmark

Leve os seus bookmarks para onde você for e organize-os da maneira que quiser. Possibilita ainda o compartilhamento com outros usuários. Utilizo no modo clássico e apenas com os botões de TAG e SHOW na barra de tarefas.

Video DownloadHelper

DownloadHelper é uma ferramenta para extração de conteúdo na web. O
seu propósito é de capturar vídeos e arquivos de imagens de muitos sites. Além de extração de arquivos .mp3 e .mp4.

DownThemAll

DownThemAll é um gerenciador de downloads que permite baixar vários arquivos com um único clique (muito útil quando acessar sites de ftp). Permite baixar sites completos.

Auto ShutDown

Auto Shutdown é uma ferramenta usada para complementar o DownThemAll, já que permite desligar o computador quando finalizar o download. Quem nunca quis que o computador desligasse quando terminasse um download?

FEBE

Este complemento permite você criar backup das configurações do seu navegador e poder restaura-las em outro computador. Muito útil quando precisa reinstalar o sistema operacional. É indispensável em qualquer Firefox! Já me ajudou muito!

FlagFox

É mais uma informação solta. Pois esse complemento exibe uma bandeirinha indicando o país de localização do site em uso. Clicando nele pode ver informações úteis sobre o domínio e algumas ferramentas de localização.

Download Flash and Videos

Download Flash and Video permite com um simples clique baixar jogos e apresentações feitas em flash e outros formatos. Uso bastante para baixar animações no formato SWF e os joguinhos que me mandam por e-mail.

gTranslate

Traduz textos diretamente com um clique do mouse, sem necessidade de abrir uma janela. Basta selecionar, clicar com o direito e escolher traduzir.

Text Link

Permite acessar links em textos, apenas com um duplo clique. Útil para quem escreve os links sem criar o vínculo.

URL Fixer

Corrige endereços de sites quando são digitados errados.

Simple Green

Tema clássico que lembra o antigo navegador Netscape 9.0. Bons tempos…

Como tornar o Firefox um tradutor de textos

Fonte: Igor Cavalcanti – SERPRO

Quer ler sites internacionais mas não sabe nada de inglês? O Google Translate é a
melhor ferramenta de tradução, mas para evitar a chateação de ter de copiar a URL ou o texto para acessar o serviço, você pode usar a extensão GTranslate. Basta selecionar o texto desejado e clicar com o botão direito do mouse nele, acessando Translate. Depois de instalar o add-on, acesse Ferramentas > Complementos e pressione Preferências. Troque, então, a língua de tradução para o português.