Guia de Utilização do HUDSON

1. Criação e configuração de projetos

Depois de realizadas as configurações iniciais do Hudson, conforme orienta o Guia de instalação e configuração do Hudson, e apontar para o URL do Hudson, para criar um novo projeto (tarefa) deve-se clicar no ícone nova tarefa.

FIGURA 1. TELA INICAL DO HUDSON

1.1 Criação e configuração inicial

Existem várias opções para criação de novas tarefas como podemos observar na figura abaixo. Para iniciar, iremos mostrar a opção Construir um projeto de software free-style, que permite criação de projetos que usam o ANT, MAVEN, SHELL SCRIPT ou Comandos do Windows. Neste guia abordaremos a construção de projetos dos dois primeiros tipos (ANT e MAVEN).

Uma vez escolhido o tipo de construção de projeto, deve-se proceder a configuração de parâmetros necessários para execução da build do projeto.

FIGURA 2. OPÇÕES DE CRIAÇÃO DE TAREFAS

Ultrapassada a tela anterior, são exibidas várias informações para configurar o projeto que está sendo criado. Várias dessas informações são bastante específicas e para obter ajuda sobre o seu objetivo clique no ícone de ajuda ao lado.

Deve-se configurar qual a ferramenta utilizada para controlar versão do código-fonte e dentre as opções estão CVS ou Subversion. Uma vez escolhida a opção, é necessário indicar o endereço do repositório do projeto. Contudo, se o repositório utilizar senha para acesso, o Hudson irá mostrar a mensagem de erro “Unable to access …”, conforme Figura 3, deve-se então clicar na opção “enter credential” e, conforme Figura 4, preencher os dados de acesso ao SVN.

FIGURA 3. GERENCIAMENTO DO CODIGO-FONTE

FIGURA 4. AUTENTICAÇÃO DO SUBVERSION

Outras opções importantes são aquelas dos disparadores de construção, conforme Figura 5 abaixo. Aqui é possível indicar dependências com outros projetos, ou seja, pode-se indicar que o projeto atual só deve ser construído quando concluída a construção de outros projetos. Existe a possibilidade de agendar construções, onde em períodos determinados serão realizadas construções automaticamente. E por ultimo, a ultima opção da lista que permite consultar o repositório em busca de modificações, que quando ocorrerem disparam novas construções. Nesses ultimos dois casos, o agendamente é realizado com o uso de expressões do tipo Cron (Linux), conforme modelo abaixo, por exemplo, */5 * * * * , indica que repetição ocorrerá a cada 5 minutos, ou seja, 0, 5, 10, etc.

Formato da expressão de agendamento: MINUTO HORA DM MES DS
Onde:
MINUTO indica os inutes dentro de uma hora (0-59) ;
HORA mostra a hora do dia (0-23) ;
DM referente ao dia do mês (1-31) ;
MES exibe o mês (1-12) ;
DS o dia da semana (0-7), onde 0 e 7 são Domingo.

FIGURA 5. OPÇÕES PARA DISPARAR CONSTRUÇÕES

Para construção, há diversas opções como citadas no início deste guia. Entretanto, mostraremos as opções de construção com o ANT e MAVEN.

FIGURA 6. OPÇÕES DE CONSTRUÇÃO

1.1.1 Usando ANT

Para se utilizar o ANT, é necessária sua prévia configuração, conforme orienta o Guia de Instalação e Configuração do HUDSON. Neste ponto deve-se apenas indicar a configuração do ANT que foi incluída.

FIGURA 7. CONSTRUÇÃO COM O ANT

1.1.2 Usando MAVEN

Para utilização do MAVEN, é necessária sua prévia configuração, conforme orienta o Guia de Instalação e Configuração do HUDSON. Aqui como no item anterior deve-se apontar para a configuração do MAVEN que foi incluída.

FIGURA 8. CONSTRUÇÃO COM O MAVEN

Depois de realizada a construção, pode-se também incluir algumas opções para que ocorram posteriormente. Dentre estas, podemos publicar os arquivos javadoc e/ou os relatórios dos testes unitários juntamente como os outros artefatos do projeto.

FIGURA 9. OPÇÕES POSTERIORES A CONSTRUÇÃO

Existe ainda a opção de incluir projeto onde o MAVEN 2 será usado como ferramenta de build. Neste caso, deve-se clicar na opção Construir um projeto maven2 na tela exibida na Figura 2.

As opções em um projeto com o MAVEN 2 são praticamente as mesmas já mostradas anteriormente, a única mudança significativa é que se deve indicar o caminho para o arquivo POM.XML.

2. Execução

Uma vez incluído e configurado o projeto, pode-se acessar as informações sobre o projeto clicando no link com o nome da tarefa que foi incluída.

FIGURA 10. TAREFAS INCLUIDAS

Na tela inicial do projeto estão disponíveis várias informações, conforme Figura 11 abaixo:

• Estado – exibe informações gerais sobre as construções do projeto;
• Mudanças – informa às mudanças que ocorreram entre construções;
• Workspace – mostra os artefatos gerados como resultado das construções;
• Construir agora – opção que permite solicitar imediata construção do projeto, que será enfileirada para execução;
• Configurar – permite alterar as configurações iniciais incluídas anteriormente;

FIGURA 11.TELA DE INFORMACOES SOBRE O PROJETO

Nessa mesma tela ainda existem informações sobre o histórico de todas as construções que já ocorreram. Exibindo um resumo de suas informações, tais como a data e horário que ocorreram e o seu resultado que é dado na forma da cor do círculo à esquerda (cor azul – significa sucesso e cor vermelha – significa falha), conforme abaixo.

FIGURA 12.HISTÓRICO DE CONSTRUÇÕES DO PROJETO

Existem diversas opções de realizar um build do projeto, dentre estas podemos realizar build manualmente, podemos realizá-lo a partir de mudanças no repositório ou agendar para que seja executado um build em determinado dia e horário, conforme mostramos abaixo.

2.1 Executar um build manualmente

Para executar um build manualmente, deve-se clicar no projeto e em seguida (Figura 12) clicar na opção Construir agora.

2.2 Executar um build a partir de mudanças no repositório

Para instruir o Hudson para que este realize build somente quando houver mudanças no repositório, deve-se marcar a opção Consultar periodicamente o SCM (Figura 5) e informar de quanto em quanto tempo (no estilo Cron do Linux) o Hudson consultará o repositório em busca de mudanças.

2.3 Executar um build agendado

Para agendar a realização de builds em períodos regulares, deve-se marcar a opção Construir periodicamente (Figura 5) e informar de quanto em quanto tempo (no estilo Cron do Linux) o Hudson deverá executar builds.

3. Acompanhar os resultados detalhados de build

Depois de realizado build, pode-se consultar as informações resultantes desse procedimento, clicando no link da construção pretendida no histórico de construções do projeto, conforme Figura 12 acima. Na tela seguinte são exibidas informações sobre a revisão no SVN sobre a qual se deu a construção e o usuário que iniciou a construção.

3.1. Saída de console

Na tela que exibe os detalhes da construção, pode-se ainda verificar a saída do console que ocorreu no build, conforme figura abaixo.

FIGURA 13. SAIDA DO CONSOLE

3.2. Artefatos e relatórios gerados

Na tela inicial do projeto (Figura 11), pode-se acessar os artefatos presentes no projeto e como resultado da execução do build, os resultados dos testes que foram incluídos no script de build e os javadocs, se estes também foram incluídos.

  1. No comments yet.
Submitting Comment, Give me a second...

Leave a comment

 

Allowed tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>
Trackbacks & Pingbacks ( 0 )
  1. No trackbacks yet.